O último reduto da privacidade Dizer-se que as palavras são como as cerejas não é coisa que se diga sem propriedade. A analogia com esse simpático fruto é bem mais apetecível do que a analogia que me ...