22/01/2014
Carteiras magras premium
Ao fim de um mês, eis que chegou até mim uma carteira que andava a namorar há algum tempo. Os tempos são de emagrecimento, e a carteira também havia de sofrer esse processo. A anterior, carregada de cartões na sua maioria inúteis em boa parte dos meus dias, impedia-me, por exemplo, de sentar sobre ela […]
premium
Por baixo, de lado, por cima
20/01/2014
Lunch glittering premium
Gostei disto. Fui almoçar e de passagem por uma loja vi isto. Não a jovem, mas o Baby-Doll. E pareceu-me bem. E ao vivo é muito mais simpático do que na foto. Mas mesmo muito mais. Ah… glittering… nunca fez mal a ninguém, na dose certa. Isto entra claramente na categoria “primeiro cego-te com o […]
premium
Por baixo, de lado, por cima
17/01/2014
Hmm… premium
Naquele quarto amplo era também ampla a cama. Alva e fofa. Tu estavas deitada de barriga para baixo, com a cabeça apoiada nos braços cruzados, e eu deitado de lado, a olhar-te. Olhaste-me com aquele ar que não sei explicar – ou prefiro não explicar -, e com um pequeno beicinho ouviu-se “hmm…”, e questionei. […]
premium
Por baixo, de lado, por cima
13/01/2014
Fodei-vos premium
Quem conhece organizações com alguma dimensão está, certamente, habituado às movimentações de recursos humanos. Gente que sai e gente que entra, e se quando entra nada diz, quando sai, a gente que sai gosta de mandar e-mails de despedida. A arte e o engenho são variáveis, mas as ideias-chave não fogem muito a qualquer coisa […]
premium
Por baixo, de lado, por cima
10/01/2014
Saltos Altos premium
    Chegaste de saltos altos. Na verdade, chegaste como eu gosto de ver. E vieste, julgavas (julgavas?), para a rotina. Um beijo, conversa, um café e talvez um croissant na pastelaria do lado a ver chover na rua. Suspiros, folhados diversos, palmiers a piscar-nos o olho. É terrível ser guloso. Mais ainda, guloso de […]
premium
Por baixo, de lado, por cima
07/01/2014
Pipo premium
A minha vida é uma roda de bicicleta. Eu sou o pipo. Ora encho, ora esvazio. Se escolho a bicicleta, em detrimento das rodas dos automóveis ou mesmo das motas, é porque a de bicicleta é de uma complexidade aparentemente menor. Mas está lá tudo. Quando pensamos nos pipos das rodas das bicicletas, e quando […]
premium
Por baixo, de lado, por cima
06/01/2014
The show must go on premium
Quando o pano caiu, caiu com estouro, ao som de petardos. Não deslizou em calhas, não cobriu o palco devagar como um separador de actos. A plateia estava já vazia, apenas o actor solitário permanecia ao centro, com um holofote fraco apontado ao seu nariz de palhaço. Os cabides estavam despidos, não existia guarda-roupa, o […]
premium
Por baixo, de lado, por cima
03/01/2014
Enquanto dormias premium
Não adormeças antes de mim. Foi uma ordem dada com suavidade, e perdoa-me, que tombei primeiro. Nas milhentas horas dormidas em conjunto, foram muitas aquelas em que me levaste à exaustão. Creio que preferias adormecer primeiro, comigo a observar-te, porque te querias sentir cuidada, acompanhada, que alguém vigiava o espaço à tua volta e impedia […]
premium
Por baixo, de lado, por cima
01/01/2014
Balanços premium
Balanços. Haja paciência. Que seria de nós se fizéssemos balanços quando muda a unidade no conta quilómetros, na conta bancária, no ponteiro dos segundos. Mas decidimos fazer, todos ou quase todos, balanços quando muda o ano. Dá mais jeito, sempre se faz menos vezes, e dá a ilusão de que o calendário é extenso e […]
premium
Por baixo, de lado, por cima