10/01/2014
Saltos Altos premium
    Chegaste de saltos altos. Na verdade, chegaste como eu gosto de ver. E vieste, julgavas (julgavas?), para a rotina. Um beijo, conversa, um café e talvez um croissant na pastelaria do lado a ver chover na rua. Suspiros, folhados diversos, palmiers a piscar-nos o olho. É terrível ser guloso. Mais ainda, guloso de […]
premium
Por baixo, de lado, por cima
07/01/2014
Pipo premium
A minha vida é uma roda de bicicleta. Eu sou o pipo. Ora encho, ora esvazio. Se escolho a bicicleta, em detrimento das rodas dos automóveis ou mesmo das motas, é porque a de bicicleta é de uma complexidade aparentemente menor. Mas está lá tudo. Quando pensamos nos pipos das rodas das bicicletas, e quando […]
premium
Por baixo, de lado, por cima
06/01/2014
The show must go on premium
Quando o pano caiu, caiu com estouro, ao som de petardos. Não deslizou em calhas, não cobriu o palco devagar como um separador de actos. A plateia estava já vazia, apenas o actor solitário permanecia ao centro, com um holofote fraco apontado ao seu nariz de palhaço. Os cabides estavam despidos, não existia guarda-roupa, o […]
premium
Por baixo, de lado, por cima
03/01/2014
Enquanto dormias premium
Não adormeças antes de mim. Foi uma ordem dada com suavidade, e perdoa-me, que tombei primeiro. Nas milhentas horas dormidas em conjunto, foram muitas aquelas em que me levaste à exaustão. Creio que preferias adormecer primeiro, comigo a observar-te, porque te querias sentir cuidada, acompanhada, que alguém vigiava o espaço à tua volta e impedia […]
premium
Por baixo, de lado, por cima
01/01/2014
Balanços premium
Balanços. Haja paciência. Que seria de nós se fizéssemos balanços quando muda a unidade no conta quilómetros, na conta bancária, no ponteiro dos segundos. Mas decidimos fazer, todos ou quase todos, balanços quando muda o ano. Dá mais jeito, sempre se faz menos vezes, e dá a ilusão de que o calendário é extenso e […]
premium
Por baixo, de lado, por cima
31/12/2013
Quem vem a seguir apenas vem premium
Não somos insubstituíveis, embora o sejamos. E nada tem isto a ver com o quanto somos ou deixamos de ser especiais – matéria em que muitos se dividem, aceitando ou refutando essa qualidade. Tem a ver com a unicidade, que nos transforma em existências que não são, de todo, replicáveis, e com a capacidade que […]
premium
Por baixo, de lado, por cima
29/12/2013
Muitas vezes premium
Foi muitas vezes assim. Ele entrava porta dentro e sentava-se ao lado dela, e deslizava os dedos pelo cabelo, ou percorria-lhe as costas com as mãos, dava-lhe o braço, fazia-lhe carícias nas mãos. Às vezes pousava a mão sobre a coxa, ou sobre o joelho. Falava-lhe das coisas mundanas, mas as mundanas eram do mundo […]
premium
Por baixo, de lado, por cima
27/12/2013
À espera premium
Neste dia começou a mudança. Tinha começado como outros dias, numa ilusão de melhoria, de um recomeço com outra dinâmica. Sei que cheguei à minha mesa, à minha cadeira, como em tantos outros dias antes disso, mas preenchido de uma paz diferente. E o dia correu bem, e teve sorrisos, e teve cumplicidades, e teve […]
premium
Por baixo, de lado, por cima
26/12/2013
A chuva, amor premium
Chove tanto amor. E o vento. O vento amor. Vejo os teus cabelos ondular e preocupo-me, penso em correr para ti e segurar-te, amor. Amparar-te. Encostar-me a ti, como contraforte, fazer força para não cair. Enterro os meus pés no chão, e a terra faz-se lama, e eu debato-me para nos segurarmos. Tanto vento, amor. […]
premium
Por baixo, de lado, por cima