11/05/2016
Figurativamente premium
Ela disse-lhe até já. Sabia que não seria assim, não lhe falaria mais, far-se-ia morta para todos os efeitos práticos. Não existe, não respira, não se mostra sobre a Terra. Ela não existe. Pensou que talvez mais tarde falasse. Talvez mais tarde vivesse de novo. Ele caiu, adoeceu, morreu. E ela pensou que afinal não […]
premium
Por baixo, de lado, por cima
01/05/2016
Buracos premium
Suponho – disse-lhe – que é sempre mais aborrecido quando a vida, quando isto, parece um queijo suíço. Só vejo os buracos, com a agravante de os buracos não serem visíveis, porque não está lá nada. Respondeu-lhe, com a mão no pulso dele, como que para o tranquilizar, que os buracos eram a sua forma, […]
premium
Por baixo, de lado, por cima
21/04/2016
Deste infinito premium
Temos tudo ali. De um lado está a serra. Na verdade, as serras, que são várias. A cidade está em frente, mas longe o suficiente para não incomodar, logo a seguir o mar imenso, que vai muito para lá do que se vê e do que se molha, e depois a areia que não termina, […]
premium
Por baixo, de lado, por cima
11/04/2016
Aquece-me premium
Nos contos de fodas há príncipes e princesas. Há castelos. Figuras mágicas, e além das fodas, há as fadas. Ali havia sobretudo o conto de foda, que era a expressão visível da magia. A foda não era o fim último, era a casca que envolvia a magia, todas as rodas dentadas que encaixavam na perfeição, […]
premium
Por baixo, de lado, por cima
02/04/2016
Quarenta premium
A imagem que de mim devolve o espelho é hoje marcada por uma barba salpicada de branco, por um cabelo em retrocesso estratégico, também ele salpicado de um branco que eu, na brincadeira, digo ser apenas demasiado loiro. Reflexos, digo. Reflexos. O dia 2 de Abril de 1976 é assinalado em Portugal como uma relevante […]
premium
Por baixo, de lado, por cima
31/03/2016
A Verdade premium
Há espaço suficiente entre mim e o volante para um infinito de coisas. Há espaço suficiente à minha frente para um infinito de horizontes. Tempos de silêncio ou de alheamento puro, mesmo na mais alta música, para pensar sobre a origem e o destino, a semente e o fruto, Adão e Eva, a parra e […]
premium
Por baixo, de lado, por cima
21/03/2016
As nossas sombras premium
Desço apressado a rua que outrora subimos vagarosos. Adiante seguiam todos os outros, e nós deixámo-nos ficar para trás, numa conversa doce de namoro, a tactear o outro, e tu agarrada ao meu braço, não porque me amasses, não porque me quisesses foder, não porque eu fosse tudo para ti, mas apenas porque as pedras […]
premium
Por baixo, de lado, por cima
16/03/2016
Sunrise premium
  As I look into your eyes I see the sunrise The light behind your face helps me realise Will we sleep and sometimes love until the moon shines Maybe the next time I’ll be yours and maybe you’ll be mine I don’t know if it’s even in your mind at all It could be […]
premium
Por baixo, de lado, por cima
11/03/2016
Afinal foi ao contrário premium
Aquele era o tempo da ampulheta, em que a areia corria veloz de um compartimento para o outro, como se os minúsculos grãos se empurrassem violentamente para passar primeiro pelo estreito, e quanto menos grãos, mais depressa corriam, como se o tempo fosse um elástico, e de repente estamos em cima e depois a passar […]
premium
Por baixo, de lado, por cima