Se é importante para ti, é importante para mim. Não interessam as escalas, as dimensões são diferentes, necessariamente diferentes, o estar e o não estar são irrelevantes ainda que fosse melhor estar, e falar, congratular, alegrar. Mas se é importante para um é importante para outro. Mesmo que seja unívoco. O que conta é sempre isso, que a satisfação seja contagiante, que a vida se sobreponha às preocupações, que um suspiro de alívio nos remeta para a normalidade, mesmo que nem todos saibam ou queiram saber que por nós alguém se alegra.