A Geografia das Curvas

Iluminar

Se é importante para ti, é importante para mim. Não interessam as escalas, as dimensões são diferentes, necessariamente diferentes, o estar e o não estar são irrelevantes ainda que fosse melhor estar, e falar, congratular, alegrar. Mas se é importante para um é importante para outro. Mesmo que seja unívoco. O que conta é sempre […]

Posted in Crónicas curvasLeave a Comment on Iluminar

Inerte

Lembro-me perfeitamente de estar adormecido. Tinha combatido um sistema de som pouco cooperante para ambientar aquele espaço com algo etéreo, uma banda sonora que elevava ao sagrado o que já o era no silêncio. E tinha adormecido. Despido, enfiado numa cama, à espera que as horas se deitassem também elas, que os minutos tombassem como […]

Posted in Crónicas curvasLeave a Comment on Inerte