Sobretudo nos países da Commonwealth, este dia, 26 de Dezembro, é conhecido como Boxing Day. Não em todos os países onde o dia se assinala, mas em alguns, é um dia marcado por correrias às lojas para comprar coisas – de que provavelmente não se precisa – a preços reduzidos. A mim, com esta cabecinha porca que tanto me caracteriza, acho um absurdo chamar ao dia a seguir ao Natal, Boxing Day. Mais me parece que depois de uma certa contenção que o Natal possa trazer, quanto mais não seja porque não é prático realizar certas práticas na companhia da família ou nas correrias que a época costuma trazer, teria sido muito mais interessante chamar ao 26 de Dezembro o Fucking Day. Sem correrias para comprar coisas. Com correrias sim para despir as vestes e pinar, repinar e tripinar como se o mês de Dezembro fosse o fim do mundo e nunca chegasse Janeiro.