A Geografia das Curvas

Lembrando as mães de Bragança

Há alguns anos atrás, quando a prostituição brasileira se tornou muito incómoda para as mulheres de Bragança, circulava uma anedota segundo a qual uma dessas mulheres perguntaria ao marido “o que é que essas brasileiras têm que eu não tenho?”, ao que o marido responderia “menos 20 Kg!”. As dificuldades conjugais dessa cidade transmontana deixaram, […]

Posted in Crónicas curvas51 comentários em Lembrando as mães de Bragança