Velho aos trinta e um?

Há dias em que me sinto velho. Especialmente quando penso que entrei na faculdade há mais de 10 anos e quando dou por mim a ver o VH1 e a olhar para as datas de alguns videoclips de músicas que eu ouvia ainda “ontem” e afinal… já passaram 20 anos. Penso que estou a entrar numa fase em que as coisas ganham todas uma nova dimensão, e começo a sentir que quando olho para trás vejo quase tanto quanto terei para olhar para a frente, se nada me acontecer antes e, assim espero, admitindo que o que já passou é pouco comparando com o que espero ainda vir.

Ou talvez sinta que a vida está a passar por mim e eu não a estou a aproveitar tanto quanto queria, tanto quanto devia e sobretudo tanto quanto efectivamente podia. O que me vale é que ainda não é tarde.

Posted in Crónicas curvasTagged

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *